14 de Dezembro de 2018

Cidades:

NOVA VIÇOSA



Passeios

Centro histórico: O primeiro núcleo urbano formou-se a partir de 1720, na margem direita do rio Peruipe, onde antigos sobrados e prédios históricos compõem a memória da arquitetura de época. Entre os monumentos do século XVIII destacam-se a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, a Casa do Conselho ou Câmara e Cadeia, onde no andar superior se reuniam os vereadores, e havia a sala dos julgamentos; no andar inferior, a cadeia. No local funciona atualmente a Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente. São também destaques a Estação Ferroviária, as casas da Vila Campinho e o Sobrado do Porto, este do século XIX.

Dicas: Quando acaba o asfalto da BA-001, começa o calçamento da avenida Oceânica, única via de acesso à cidade e principal rua o centro de Nova Viçosa. Tudo muito perto e andar a pé é a melhor opção.

Recifes e Ilhas da Coroa Vermelha: A pintura vermelha do farol chama a atenção dos navegadores. A paisagem marinha é das mais fascinantes. Desde longe, é possível avistar as coroas de areia muito brancas, as manchas escuras submersas dos recifes de corais e, a pequena ilha de 1,5 metro de altitude, perdida na imensidão azul do Atlântico, a aproximadamente 12 quilômetros da costa de Nova Viçosa. Ilha arenosa, a Coroa Vermelha é o topo de um antigo recife de coral. Próxima ao farol, uma solitária amendoeira se destaca na paisagem de vegetação característica de restinga e raras espécies de mangue.

Quando a maré baixa é possível mergulhar nas piscinas naturais e observar peixes coloridos, estrelas do mar, siris e ouriços. A Coroa Vermelha também é ponto estratégico na rota migratória de aves marinhas que buscam repouso e alimentação. É também área de alimentação de tartarugas marinhas, além de possuir riquíssima fauna aquática.

Para desfrutar do passeio é preciso estar atento ao horário pois a Coroa Vermelha só se exibe completamente na maré baixa. O barco ancora em águas calmas e o desembarque pode ser feito em botes ou a nado, mergulhando nas águas transparentes. Uma caminhada em volta da ilha dura em média meia hora e é fundamental para reconhecimento e safári fotográfico. Em seguida, o deleite do lugar fica por conta da prática do mergulho livre (apnéia) nas piscinas naturais onde a visibilidade varia entre 10 e 15 metros.

Dicas: A saída para a Coroa Vermelha varia de acordo coma maré. Contrate o passeio de barco, lancha ou escuna em uma agência de turismo receptivo em Nova Viçosa ou Caravelas. Leve sandália de borracha com proteção lateral ou tênis, para poder caminhar sobre os recifes, e um saco plástico para juntar seu lixo e levar de volta. Não esqueça as regras básicas para conservação da ilha.

Ilha Cassumba: Um verdadeiro complexo hídrico/ecológico onde um emaranhado de rios, lagoas e braços de mar misturam suas águas às margens de uma das maiores áreas de manguezal da Bahia. A ilha Cassumba consegue reunir em seu território de 24 quilômetros de comprimento por 5 de largura, diversos ecossistemas entre restinga, cerrado, manguezais, recifes de coral e Mata Atlântica. Situada às margens dos rios Peruipe, Caravelas e Pitu-açu, entre os municípios de Nova Viçosa e Caravelas, a ilha Cassumba com suas 250 famílias residentes, distribuídas em pequenas vilas, se desdobra em diversos atrativos, todos com acesso fluvial. Semideserta e paradisíaca as praias nesta ilha são um convite ao desfrute da natureza.

Dicas: O horário do passeio depende da maré cheia. Leve repelente de insetos (parte do percurso é feito no manguezal), protetor solar e chapéu.

Ilha Cassumba/Barra Velha: É o destino mais procurado a partir de Nova Viçosa. A bordo de uma traineira adaptada para passeios ecoturísticos chegasse à pequena vila de antigos pescadores com suas casinhas brancas. O trajeto de barco inclui a travessia de estuário do rio Peruipe avistando-se ao longe a cidade de Nova Viçosa, a barra com seus bancos de areia e o canal de navegação. O caminho fluvial se estreita próximo ao povoado, que fica do lado oeste da ilha, onde é possível avistar a população de caranguejos e ostras que tomam conta do manguezal. Há ainda uma rica variedade de aves.

O desembarque é feito em um pequeno pier de madeira. As praias contornadas por extenso coqueiral estão logo depois da vila, atravessando a ilha no sentido oeste/leste. A ponta de Caboroca, nome de um velho índio que residia no local, fica mais ao sul, de frente para Nova Viçosa. A praia seguinte, Barra Velha, também tem o nome de outro antigo morador. Os coqueiros chegam até aonde o mar alcança.

Dicas: A praia não tem qualquer infra-estrutura, porém o povoado de Barra Velha serve de apoio aos turistas. Muitas famílias vendem água de coco e preparam tira-gosto e até refeições se forem encomendadas com antecedência.

Ilha Cassumba/Pontal do Catoeiro: A partir de Barra Velha até o Pontal do Catoeiro a caminhada de quatro quilômetros pela praia revela recantos belíssimos como um pesqueiro natural onde os nativos pescam robalos, tainha e camarões e as garças nidificam. Um farol da Marinha sinaliza o local exato do Pontal de onde se avista a Coroa Vermelha. A praia é completamente deserta e desprovida de qualquer infra-estrutura.

Dicas: Não esqueça a máquina fotográfica, água e o protetor solar.

Rio Peruipe: Navegável em todo seu estuário, desde o canal principal até os do manguezal e braços de mar, em barco, lancha ou canoa, o rio Peruipe recebe, próximo a foz, as águas dos rios Pituaçu, Pau Alto, Marobá e de inúmeros riachos formando um emaranhado de caminhos aquáticos. O principal deles, liga o Peruipe ao rio Caravelas atravessando o extenso manguezal da ilha Cassumba. A paisagem varia a partir da foz do Peruipe, passando pelos canais de mangue, pequenas vilas, comunidades ribeirinhas, sítios e coqueirais até alcançar o rio Caravelas no município do mesmo nome.

Dicas: A partir de Nova Viçosa, a embarcação sai sempre as 7 h da manhã e retorna às17 h.

Recife Sebastião Gomes ou Ilha Coroa da Barra – Visitado exclusivamente para mergulho, as belas paisagens são todas submarinas.

Dica: Só é possível fazer esse passeio através das empresas especializadas em mergulho que atuam na área (Nova Viçosa ou Caravelas).

Artesanato: Móveis rústico, utensílios e objetos de arte e madeira, pequenas esculturas em conchas marinhas, chapéus.
© 2004 / 2018 Costa das Baleias - Todos os direitos reservados.
DIRECTWEB